terça-feira, 14 de junho de 2011

Esfinge

Tente juntar as peças desse quebra-cabeças misterioso que posso ser.

Se nem eu mesma consigo entender porque faço o que faço, digo o que digo, penso o que penso...

Na verdade, algumas coisas são bem separadas em minha mente, como se cada compartimento tivesse sua razão de ser e eu entendesse o que colocar ali. Entretanto, algumas etiquetas estão apagadas, desgastadas pelo tempo: erosões mentais.

Aqueles que me conhecem tão bem compreendem meus padrões estranhos, contudo, previsíveis. Alguns, inclusive, tentam me contar aquilo que nem eu mesma descobri.

Justificativas a parte, erros podem se tornar acertos; desconfortos, virtudes.

Basta aprender a dominar o fogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Delire...