quarta-feira, 2 de junho de 2010

Viajando no tempo relativo

Quando penso em Eisntein penso mais em um filósofo que em um físico. Sua teoria da relatividade me fez - e ao mundo, claro - perceber como as massas e a existencia afetam até o tempo e, consequentemente, nossa percepção dele. Entretanto, essa alteração, dentro dessa crise máxima, me parece paradoxal.

Sentimentos oriundos do reconhecimento

Que eu adoro meu trabalho não é novidade para ninguém.

Mas conhecer mais música, não focando tanto nos livros e nos filmes, é tão empolgante que quero viver dentro de uma caixa de som.

Quero expressar todos os meus sentimentos com uma música e, a medida que vou conhecendo coisas novas, sinto que tenho mais formas de expressão do que eu imaginava.