quinta-feira, 10 de março de 2011

Treinamento do Romântico

Do amanhã preciso acordar
Na aurora dos seus sonhos
De um êxtase a  se acabar

Do doce dos seus lábios
Macios como o veludo
Escondem-se os sábios

Da aventura distante
Retorno solitário
Da busca do amante

O mar de meus olhos
Inunda nosso barco
Deixando-o em frangalhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Delire...