sábado, 15 de janeiro de 2011

Clichê: faça amor, não faça guerra

Aqueles que conheço negam o amor, não negam a violência.

Talvez pelo amor ser um sentimento que nos deixa mais vulneráveis, isso assusta a quem acredita que deve se proteger o tempo todo.

Prefiro amar e sofrer por amor mil vezes a um dia machucar alguém, a invadir seu corpo de alguma forma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Delire...