segunda-feira, 16 de julho de 2012

Público

Penso coisas que não tenho coragem de dizer, escrevo contos que não tenho coragem de publicar.

Se você soubesse, talvez deixasse de me amar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Delire...