quarta-feira, 18 de abril de 2012

Lamparina

Como quando a gente sente
                 [aquele calor dentro da gente
Um fogo que acende
E nunca pára de queimar

Quando vemos reluzente
                 [aquele beijo indiferente
Imaginando o quê se esconde
Naquele ato de beijar

Ficção que foi sonhada
                 [numa noite imaginada?
Se é que não foi nada,
Aquele tempo de pulsar

Um comentário:

  1. este pulsar,
    tremulo, tremeluzente, sofrego e trôpego
    é tão especial.
    pq nós nunca fomos preparadas pro amor,
    e nosso amor é tão tênue, delicado e poderoso.
    este pulsar é... gestação de estrela.

    ResponderExcluir

Delire...